Sobre ser grata

Reclama do calor de Recife, mas quando o dia amanhece nublado, já faz cara feia por ter que trabalhar na chuva. Reclama dos dias cheios e corridos, mas reclama também da falta do que fazer nos dias de folga. Reclama que as férias estão demorando para chegar e reclama quando as férias demoram muito para acabar. Reclama do trânsito, do carinha da moto que passa e quase leva o retrovisor junto, reclama de quem dirige lento demais e de quem dirige costurando o trânsito. Reclama da coleta de dados do mestrado, dos pacientes que moram longe, das aulas que precisa preparar, dos mil artigos em inglês que precisa ler. Reclama que tá sem tempo para nada. Reclama do fim do mês e da falta dinheiro típica dessa época. Reclama do começo do mês e das mil contas que tem para pagar. Reclama, reclama, reclama e no meio de tanta coisa para reclamar, esquece de agradecer.

f311b-img_7725

Agradecer pelos dias de sol e pelos de chuva também. Agradecer pelo trabalho que mantém ela ocupada o tempo suficiente para sentir prazer em descansar nos dias de folga. Esquece que os dias de folga são dias que realmente não devemos ter nada para fazer e esquece de agradecer por isso também. Agradecer pelo mestrado que ela tanto quis e por todas as coisas boas que ele agregou pra sua vida. Agradecer pelo dia 05 de cada mês e agradecer por chegar ao final do mês sem (quase) nenhum dinheiro, mas também sem nenhuma conta à pagar. Agradecer, agradecer, agradecer. Essa é a palavra de ordem. Esse é meu “novo” exercício diário.

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s