Feliz 62 para você!

Feliz 62 para você! O que nem preciso desejar, já que felicidade é seu estado de espírito. Você tem uma alegria de viver incomum. Uma energia, uma vibração positiva que é só sua. E todo dia, nós (nós, porque Manel acaba escutando de tabela) acordamos felizes com você cantarolando um “BOM DIA, BOM DIA, BOM DIA! TENHA UM DIA FELIZ!”

Eu, que tenho mania de acordar de mal humor, já abro aquele sorrisão e fico lembrando da época que você não só cantava para me acordar, mas também me enchia de cheiros! Eu te amo muito e comemorar mais um ano de vida seu é uma felicidade para mim.

Você é nossa companheira de viagens, de aventuras, de novos bares e é quem sempre acompanha Manel na cerveja, enquanto eu fico só reclamando. Hahahaha. Eu amo essa sua alegria e só desejo que ela permaneça sempre. Que você permaneça. Parabéns Mainha!

IMG_0923IMG_0925IMG_0928IMG_0934

IMG_0952IMG_0967IMG_0980IMG_0986IMG_0940

Abril passou rápido demais!

Abril passou rápido demais!

Mas deu tempo de verificar a lista das “30 coisas antes dos 30” e perceber que talvez não dê tempo de fazer todas. Deu tempo de arrumar o guarda-roupa e doar um monte de coisas para o Sertão. Deu tempo de atualizar os estudos e de participar de congressos, só não deu tempo de corrigir todas as provas. Mas deu tempo de apertar o cachorro-urso bem muito e de passear nos dias de sol. Deu tempo de fazer imposto de renda e ficar triste. E depois ficar feliz de novo!

Abril trouxe cheirinho de sofá limpo e impermeabilizado, trouxe passeios ao ar livre de bicicleta e patins. Abril trouxe jantares especiais, receitas antigas e novas, trouxe um aniversário lindo e cheio de amor. Abril trouxe alegria, descanso, paz. Trouxe feriados no sofá, roteiros, sonhos e muitos planos. Abril trouxe uma câmera nova e muitas idéias também.

Seja Bem-vindo Maio!

Qual a sua religião?

“- Católica, não praticante.” A resposta sai no automático, talvez porque essa foi minha criação, fui batizada, fiz primeira comunhão, não crismei, mas renovei  esse ciclo casando na igreja católica.

Nem sempre respondo, assim, tão seco, na lata. Gosto dos desdobramento dessa resposta, dos pormenores, gosto de dizer que apesar de ser católica, tenho algumas crenças não católicas e não me sinto herege por isso. Eu acredito em energias e vibrações, acredito que a vida não termina aqui e agora, que talvez existam outras vidas a serem vividas, não sei se aqui na terra ou “no paraíso”. Gosto de questionar também sobre o termo “não praticante”, que nesse caso se refere ao fato de não frequentar a igreja, pelo menos não na frequência que “deveria”. Gosto de ir à igreja, sempre me sinto bem, mas gosto de ir quando estou à vontade, sem pressão e sem obrigação.

Religião para mim não é obrigação, é caminho e libertação. Apesar de “não praticante”, não se sinto dessa forma, uma vez que tento praticar aquilo que me conecta com Deus. Afinal, não é isso que importa? Pra mim sim!

Sentir Deus em tudo, inclusive no nada. Sentir que Deus usa você e usa as pessoas para te mostrar qual o caminho a seguir, você pode escolher ir ou não. Livre arbítrio, isso é Ele também. Não gosto de me intitular, não gosto dessa resposta pronta. Ela sai automaticamente. Dá próxima vez, talvez não responda mais assim.

IMG_5400

Nossa Horta

Eu e Manel, somos duas pessoas cheias de idéias e projetos, mas temos muita dificuldade de colocá-los em prática. Foi assim com a ideia/projeto de ter uma horta em casa.

Desde que nos mudamos para cá, há quase 3 anos, ensaiamos essa horta. Um tempo atrás, inclusive, conseguimos um pallet, pintamos, pregamos alguns vasinhos e priu! Parou aí. Não compramos as mudas porque não sabíamos onde colocar o pallet, se combinaria com a nossa decoração, se as plantas sobreviveriam, quais ervas cultivar…

Enfim, muitos questionamentos e decidimos deixar para depois. Até que um dia, mudamos tudo na nossa sala e ficou um espaço vazio perto da janela que pega sol durante algumas horinhas da manhã e… Por que não? Decidimos montar uma hortinha ali mesmo, naquele pedacinho de parede da sala.E foi assim! Com a ideia fixa e com muitos ventos soprando a favor, nasceu nossa horta.

Foi tipo aquelas historias de que “só acontece quando tem que ser mesmo”. Queríamos uma estante escada e na mesma época a tokstok estava na promoção e conseguimos a tal estante com um super desconto. Depois a minha sogra descobriu uma loja de jardinagem perto da casa dela que vendia mudas de várias ervas, daí pedimos sugestões lá no nosso insta e todo mundo ajudou muito (Obrigada a todo mundo!!!). Selecionamos algumas ervas mais fáceis de cultivar e que seria bom ter em casa. Então, em menos de um mês (depois de três anos) que colocamos na cabeça a ideia da horta, ela saiu do papel e virou realidade.

Já vai completar dois meses e de lá pra cá o tomate cereja não sobreviveu e o hortelã também não. Mas o restante está bem adaptado, crescendo rápido e dando mais cor  a nossa sala e mais sabor as nossas comidas. ♡

img_0781img_0783img_0785img_0787img_0789img_0784