Terapia do Bolo

Fazer bolo virou terapia por aqui.

Escolher o sabor, a receita, ver o que tem na geladeira que pode ser aproveitado, separar tudo e começar a alquimia. Mistura, bate, peneira, unta, bota no forno.

O cheiro invade a casa. Corre, vê se tá bom. Não, espera! Ainda faltam 5 minutos. Tira, desenforma. Cuidado, faz com calma. Puts, pegou no fundo da forma. Raspa, muda de lado, joga calda. Ninguém percebeu!

Fazer bolo é não queimar etapas, é ter paciência, é ficar atento. Fazer bolo não é arte, sendo que você até pode ser artista. Fazer bolo é pra quem quer, não necessariamente para quem sabe. Dá pra aprender! Fazer bolo é se desafiar a fazer bolo. Talvez o primeiro não preste, talvez você demore até acertar e talvez você acerte de primeira. Fazer bolo é não desistir de tentar.

E no final, bolo combina com café, com fim de tarde, com conversa mole. Chegou visita. Tem um bolinho. De leite, de chocolate, de banana, de aveia. Bolo é bom de qualquer sabor, menos de pé-de-moleque. Bolo é tão bom que faz até a nossa casa ter cara de casa de vó, de tarde na calçada vendo a vida passar. Ah, que saudade da minha avó!

Fazer bolo é terapia!

fullsizeoutput_34fullsizeoutput_35fullsizeoutput_37fullsizeoutput_38fullsizeoutput_39fullsizeoutput_3bfullsizeoutput_3dfullsizeoutput_42IMG_2771fullsizeoutput_43fullsizeoutput_46

Playlist da FELICIDADE

Hoje é o dia internacional da felicidade e eu amo essa data! Já imaginou um dia para inspirar, mobilizar e promover o movimento da felicidade no mundo inteiro. Não tem como esse dia não ser incrível.

Aprendi que felicidade é escolha e todos os dias eu descobro um motivo para ser feliz e celebro essas pequenas felicidades. Felicidade para mim é ver o por do sol da janela do meu quarto, é chegar mais cedo em casa, é pegar os sinais abertos quando estou com pressa. Felicidade para mim é sinal fechado quando preciso responder um whatsapp urgente no meio do trânsito, é uma música que eu tinha esquecido que gostava e de repente toca na rádio, é um dia de sol na praia, é um dia de chuva embaixo do edredom. Felicidade é qualquer coisa, é tanta coisa. Felicidade é treino, é vontade, é determinação. É você escolher ver e ser feliz nas grandes, mas principalmente nas miudezas do dia-a-dia.

E hoje, nesse dia lindo, que para ser mais perfeito, amanheceu ensolarada, vou dividir com vocês minha playlist da FELICIDADE. Sim, eu tenho uma playlist no Spotify que coloco para tocar todas as vezes que algo de bom acontece e hoje quero dividir com vocês algumas músicas que me fazem sorrir no meio do dia e ser feliz no escritório, no trânsito, no home office, no meio da rua, onde eu tiver :)

Feliz dia para você também! ♡

Amores que chegam para somar

A Amora Craft é uma loja que mora no meu coração há bastante tempo. Foi através da Casa Viva Decor que é uma loja colaborativa sazonal, que conheci os produtos da Amora Craft e comprei meus primeiros quadrinhos da marca.

Quando cheguei em casa, tratei logo de procurar o insta da marca e passei a seguir e ficar ainda mais fã. E é incrível como o mundo é feito de conexões, a Amora passou a seguir também o nosso perfil no Instagram e sempre trocávamos ideias, elogios e sugestões por lá.

Acabei me aproximando virtualmente e tive a oportunidade de conhecer pessoalmente a Denise, que é a idealizadora da marca. Foi incrível “desvirtualizar” uma pessoa com uma energia tão boa, uma luz tão natural e perceber que a Amora não poderia ser outra coisa se não a lindeza que é, por ser feita por mãos tão talentosas.

Aí, para acabar de me matar do coração, Denise me presenteou com um quadrinho da nova coleção intitulada: Canções. São quadrinhos com trechos de músicas que parece que saíram das minhas playlists do Spotify. Eu não tenho nem palavras para dizer o quanto eu fiquei ainda mais fã.

Denise, nós do cores desejamos muito mais sucesso para a Amora Craft, que sua arte entre nas casas do Brasil todo para dar mais sentido e mais cores aos lares. E estamos aguardando outro cafezinho para trocarmos mais ideias! ♡

IMG_6507IMG_6516IMG_6522IMG_6523IMG_6536

 

 

Café com amor

A vida rouba da gente um monte de coisas. A vida não, a pressa de viver, de fazer e de ter. Na busca por um monte de coisas que muitas vezes nem precisamos, perdemos a chance de ser felizes agora, enquanto buscamos sermos felizes o quanto antes. Isso é tão louco né? Mas é real.

Algumas pessoas podem demorar anos para perceber que a felicidade está a um passo de nós e que não é preciso correr tanto para alcançá-la. Eu fui uma delas!

Por muito tempo busquei tanta coisa por achar que era necessário para ser feliz e de repente, quando eu conseguia elas, a felicidade não estava ali. E aos poucos eu comecei a  treinar o meu olhar para o simples. Para viver da forma mais simples possível. Foi quando percebi que precisava viver com menos, para poder viver mais.

Eu vivia pensando no amanhã, na próxima viagem, nas próximas férias… Era tão difícil estar presente no agora, que até quando era chegado o aquele momento tão esperado, de repente, era como se eu não estive presente lá também. O engraçado é que muitos momentos bons que vivi, só percebi o quanto foram bons olhando as fotos depois.

Eu vivi sem estar presente muitas das coisas que sonhei viver, até sentir que era preciso me concentrar no presente, olhar ao redor, respirar fundo, não ansiar tanto pelo próximo passo. Entendi que não precisava viajar para ser feliz, estar de ferias para descansar, esperar o amanhã para ver acontecer.

O que era que tinha naquele hotel, o que foi que aconteceu naquelas férias, o que fizemos naquele instante de felicidade que estava gravado na minha memória ou nas fotos no HD?

As pessoas, as conversas, a atmosfera, isso que fazia aqueles momentos serem tão memoráveis. E veja só: eu tinha essas pessoas todos os dias, eu podia conversar com elas sobre o que eu quisesse, eu só precisava criar a atmosfera de felicidade que eu desejava. Quando enxerguei o universo de coisas lindas que me cercavam, percebi que precisava aproveitar isso HOJE, AGORA, TODO DIA. SÓ dependia de mim para isso acontecer todos os dias!

Aí eu fui lá e FIZ. E assim, comecei a experienciar uma nova forma de acordar todas as manhãs e me comprometi ser feliz todos os dias. Por onde eu comecei? Mudando a atmosfera do meu café da manhã.

IMG_6467IMG_6458IMG_6460IMG_6434IMG_6466IMG_6475

IMG_6497IMG_6438

Hello 2019!

Cheguei atrasada, eu sei! Esse oi deveria ter sido antes. Mas, das coisas que aprendi em 2018 foi: tenha calma, tudo tem sua hora. E cá estou eu, de volta, depois de uma longa temporada de silêncio. E nesse jejum de posts, tantas coisas aconteceram off-line…

Sai do emprego, comecei novos trabalhos, fiz cursos que sempre tive vontade, tirei ideias do papel e sigo firme na ideia de fazer o que faz meu coração suspirar. Confesso que tem dias que o respiro é sufocado. A verdade é que os novos desafios nos deixam mesmo sem ar. Mas, a cada pequena conquista, a gente ganha fôlego ir adiante.

A vida tem sido boa sim. O universo tem girado pro lado que eu gostaria que ele fosse. Pensar, visualizar, acreditar. 2018 me ensinou isso também. E tem funcionado! Planejei uma vida tão incrível para mim e nomeie 2019 como o ano da realização.

Espero que você ainda esteja aí do outro lado, que não tenha desistido de nós e desse espaço. Porque ele vai voltar a ser cheio de cores, de fotos, de textos e de amores.

Que 2019 seja esse suspiro aliviado e leve. O coração pede isso.

Bem vindo ano novo! ♡

Processed with VSCO with a6 preset