Luminária de teto

Faz um tempinho que compramos na Etna um pendente vermelho. Quando vi que estava na promoção, coloquei logo no carrinho para trazer pra casa sem nem saber direito onde íamos colocar. Como aqui em casa não tem gesso, tive a idéia de fazer uma luminária de teto e colocar na sala, finalizando a composição da nossa parede.

Para fazer a luminária, compramos fio, interruptor e tomada. Quem cuidou da parte elétrica foi Manel e eu fotografei um pouco do passo-a-passo facílimo que foi fazer essa luminária. Colocamos uma lâmpada normal, mas não ficou legal, então rodamos Recife inteiro atrás de uma lâmpada diferente que fosse mais decorativa do que para iluminar. Compramos uma lâmpada de filamento de carbono, que faz exatamente este papel, além de dar um ar bem retrô. Estamos apaixonados pelo resultado final!

IMG_7002 IMG_7005 IMG_7012 IMG_7007 IMG_7008 IMG_7013 IMG_7014IMG_7023IMG_7024 IMG_7026 IMG_7015IMG_7009 IMG_7173IMG_7181 IMG_7178 IMG_7176IMG_7180

E vocês, o que acharam? Gostaram?

 

Na saúde e na doença

Estamos em um ritmo bem acelerado nos fins de semana, sempre com muita coisa pra fazer. Apesar de ser lazer, acaba não sobrando tempo para descansar como gostaríamos. Nessa agitação toda, o corpo acaba sentindo e reagindo a isso tudo.

Ontem, Manel ligou pra mim passando mal, pedindo para eu ir buscá-lo mais cedo e acabei não indo trabalhar para poder ficar com ele. Já que Manel não estava muito bem, fiz um jantar leve. Preparei cupcakes de fubá, uma receita super fácil e delícia, que nunca mais tínhamos feito por aqui, arrumei a mesa, fiz o suco de maracujá, que é preferido dele, e cortei queijo para acompanhar os cupcakes. Apesar do motivo não ter sido bom, a nossa noite acabou sendo deliciosa… senti nesse pequeno momento, a vida nos mostrando que é possível ser feliz, na saúde e na doença também.

No fim da noite, deitei e pensei o quanto a gente vive reclamando sempre de tudo e as vezes só é preciso olhar de um outro ponto de vista. Ontem sai de casa cheia de planos e coisas importantes que não podia ser adiadas. Mas, de repente, Manel adoeceu e eu tive que cancelar tudo. As vezes é necessário puxar o freio, diminuir o ritmo e pra depois poder seguir em frente com mais força. Acho que foi isso que nos aconteceu ontem também.

IMG_6906IMG_6910IMG_6916IMG_6919IMG_6921IMG_6924IMG_6925IMG_6931IMG_6935IMG_6934

A cozinha

Hoje é dia de mostrarmos mais um cômodo do nosso apê que ficou pronto: a nossa cozinha! Essa era a parte da casa que Manel estava mais ansioso para que ficasse pronta logo. Ele é muito ligado com organização e quando a instalação dos movéis terminou a vida dele mudou. E, consequentemente, a minha também :)

Antes da reforma, a cozinha daqui de casa era toda revestida de azulejos tipo vovozinha, bem antigão. Mas não era um retrô bonito, era bizarro! E a nossa primeira providencia foi tirar tudo. Eu particularmente não curto cozinha toda de azulejo, na verdade minha ideia era que não tivesse azulejo em nenhuma parede. Porém o pedreiro nos convenceu a colocar pelo menos na área molhada (leia-se: em cima da pia). E depois de muitas idas aos armazéns de construção, encontramos um azulejo sem cara de azulejo, que mais parece um papel de parede.

Olhando para nossa cozinha hoje, parece até que foi tudo feito sob medida e montada de uma vez. Mas tirando o armário da pia e o de cima do fogão, o restante foi tudo eu e Manel que pesquisamos, garimpamos e colocamos a mão na massa. Fomos nós que fizemos o móvel do microondas, e morremos de orgulho disso (#doisbestões)! E o restante dos móveis também não chegaram prontinhos, a gente comprou e fez as adaptações.

O mais legal disso tudo é que conseguimos deixar do jeito que planejamos. Ainda falta uma coisinha aqui e outra ali, mas no geral terminamos. E agora com cozinha toda organizada, estamos bem mais inspirados para cozinhar por aqui.

DCIM100GOPROIMG_5401 IMG_5404 cozinha 1cozinhaIMG_3998IMG_4008 cozinha 2IMG_5423