Nosso pôr do sol

Se eu fechar os olhos, consigo escutar o som dos passáros, sentir o sol queimando meu rosto, ver o seu sorriso e a luz bonita do entardecer iluminando aquele momento. Aquele era nosso último dia no destino mais esperado das nossas férias e era nossa última oportunidade de ver o pôr do sol do mar Adriático. Eu nem sabia que esse mar existia e nem muito menos que ele seria tão lindo assim. Você que sempre sabe sobre geografia, sobre história, sobre matemática, sobre tantas coisas que eu nem consigo enumerar… tratou de me mostrar no mapa antes mesmo de pisarmos lá pela primeira vez.

Naquela tarde, não falamos muito, não lembro de diálogos. Lembro de um silêncio tranquilo, de olhar para você, só olhar e isso bastar. Lembro dessa sintonia nossa, dessa troca de olhares que fala tanto. Lembro de não precisar dizer eu te amo naquele momento, mas mesmo assim dizer. De dizer eu te amo com todas as letras e sem nenhuma delas também.

Naquela tarde nos abraçamos mais do que todas as outras, sorrimos com o corpo. Dançamos, rodamos, como um ritual, tão nosso, em todos os lugares. Só eu e você. Uma soma que dar sempre mais do que eu consigo imaginar. Dois e um. Aquele dia foi emocionante.

Ali naquela muralha, local de chegada e de partida. Muitas pessoas cruzaram por nós naquela tarde e só nós ficamos. Talvez, quem passou entendeu que aquele era nosso momento e com educação não quis atrapalhar. Não tinha ninguém, mas poderia ter mil e ainda seria só eu e você e o nosso pôr do sol.

DSC00087DSC00088DSC00091DSC00098DSC00099DSC00101DSC00105DSC00107DSC00117DSC00120DSC00122

Anúncios

Louvre ou Pompidou?

Postei esse vídeo semana passada, mas sério, a vida real não tá brincadeira! Não tive tempo nem de postar aqui e nem de mostrar ao mundo nosso último dia em Paris. Maaaas, está aí! Assiste, curte e compartilha. Obrigada, de nada ;)

Casar é uma delícia

Peixe cru, digo, cozido no limão siciliano. Vinho branco, de preferencia Torrontés. Uma câmera, pouca luz. Muitas risadas e conversas. Alt J no Spotify ou, talvez, Glass Animal. Somos bem previsíveis, fazemos sempre as mesmas receitas, escutamos sempre as mesmas músicas (e no repeat) e ainda sim, cada dia é inédito e me faz ter certeza: Casar é uma delícia!

Casar é uma delícia e quem disser que não, aqui vai meu conselho: Volte pro começo e tente outra vez. Você provavelmente não está fazendo da forma certa. Não existe uma receita, uma fórmula mágica. Até existe, Amor + Resiliência.  Tendo o primeiro, você aprende o segundo.

Casar é uma delícia, mas às vezes tem um gosto amargo do limão. Às vezes o peixe não cozinha tudo que precisa, passa do ponto e fica borrachudo. Mas no outro dia, a receita sai melhor. No começo vai sair tudo errado mesmo! Mas você se aprimora, você aprende a cada dia algo novo e o que parece estar perfeito, cada vez fica melhor.

Casar é SIM uma delícia, mas o sabor dessa receita quem escolhe é você. Todo dia!

Escolha ser feliz. ♡

Sentimento bom

IMG_8749IMG_8751IMG_8752IMG_8766IMG_8771

Um cachorro para alegrar a casa, comidinha caseira saudável, feita na hora e com amor. Casa com cheiro de café, café com gostinho de paz e a tranquilidade de quem escolheu a melhor pessoa para compartilhar essas e muitas outras coisas boas da vida.